Convívio 2018 - Caldas da Rainha - 26 de Maio

CONFRATERNIZAÇÃO B.CAÇ. 1855
CCS * 1413 * 1414 * 1415
C:\Users\Sandra\Documents\Bat 1855\26904636_1900349986665414_5939223684475227276_n.jpg
PROXÍMO DIA 26 DE MAIO DE 2018, RESTAURANTE O CORTIÇO
Nacional 8, Rua Bernardino Machado nº1, 2500 Tornada - Caldas da Rainha
====================================================================
          Amigos: 
 Vamos imaginar que esta carta / convite para a confraternização do Batalhão 1855, tinha de cada um de nós um pensamento, uma frase de saudade, de esperança, de alegria ou tristeza, um apelo... Seria um livro! E que livro! 
 Cartas ... ! A palavra traz - nos à memória a distribuição do correio ... em Nambuangongo, no Quixito, na Beira Baixa . Momentos de tantas emoções . Quem guarda ainda cartas, aerogramas desses tempos ? 
 Às terças e sábados, lá vinha , voando lento , aquele enorme avião verde escuro , portas laterais abertas ( lembram - se ? chamávamos - lhe " abre-latas “, " barriga de gindungo "... ) e deixava cair em pára-quedas comida e correio. Lembra-me um amigo, que estando por perto de sentinela, viu certa vez espatifar-se e espalhar-se na pista ( o pára-quedas não abriu ) o produto de muitas caixas … era peixe congelado ( antes o peixe que o correio ... ) Muitos mais viram, pois ... 
 Não pretende ser diferente o nosso Batalhão, mas somos bons, solidários, festivaleiros . Em grande parte o devemos aos nossos amigos " carolas ", empenhados, entusiastas, sempre na linha da frente - sabemos quem são. Obrigado a Eles, a Elas !
 Sentimos já esta alegria interior, este " calorzinho " por nos irmos encontrar, lembrar, abraçar, confraternizar ! Que chegue depressa o 26 de Maio, Caldas da Rainha, Freguesia de Tornada, Restaurante " O Cortiço " Vá, vem daí . Até lá .
UM ABRAÇO

BAT. CAÇ. 1855

Este blog não pretende ser sinónimo de saudosismo nem, muito menos, qualquer tributo à guerra. Será, tão somente, uma espécie de álbum de recordações dos bons momentos de alegre e sã camaradagem que uniu, durante algum tempo, um grupo de homens (então ainda jovens...) que partilhavam, com maiores ou menores dificuldades e agruras, o mesmo dia a dia. E que, persistentemente, têm vindo a se reencontrar, ainda que, de cada vez, menos jovens... Mas com o mesmo sentimento de SOLIDARIEDADE!
E lembrando com saudade aqueles que já não podem comparecer, honramos a sua memória.